5 Erros Comuns na Gestão de Campanhas Google Adwords (Saiba como Evitá-los)

O Google Adwords é uma das ferramentas mais importantes de publicidade online, pelo seu poder em  atrair tráfego qualificado para websites. De entre as suas vantagens, destacam-se a sua capacidade de segmentação, monitorização de resultados e optimização continua, que tornam possível criar campanhas especificamente focadas nos seus potenciais clientes e uma análise clara do ROI para o seu negócio.

Estas características tornam o Google Adwords uma ferramenta muito requisitada na área de Marketing Digital e uma mais-valia para qualquer negócio, independentemente da sua dimensão ou sector de actividade.  Por isso, se quer aprender a trabalhar com o Google Adwords ou aprofundar os seus conhecimentos para uma utilização avançada desta ferramenta, este é o momento certo.

Muitas empresas já usam o Google Adwords, mas a falta de experiência na sua utilização resulta, muitas vezes, em desperdício de dinheiro e resultados que ficam muito aquém do esperado. Saiba quais são os principais rookie mistakes que poderão estar a influenciar negativamente os resultados das suas campanhas de Adwords, e como corrigi-los.

Erros Comuns Gestão de Campanhas Google Adwords - Terminal F

Erro #1: Logins pouco frequentes

As campanhas de Adwords requerem atenção regular. E, apesar dos gestores de campanhas afirmarem que trabalham regularmente nas suas contas, quando se olha para o histórico de alterações das contas de Adwords apenas 1% das pequenas empresas acedem ao Adwords diariamente. Esta é a principal razão pela qual a maioria das empresas falha na utilização do Adwords.

Solução? O Google Adwords não se gere a si mesmo, é necessário que se comprometa a rever regularmente a sua conta. Ainda assim, como a maioria dos pequenos anunciantes não o faz, dedicar 30 minutos por semana a optimizar a sua conta de Adwords poderá fazer uma grande diferença.

 

Erro #2: Não optimizar o Índice de Qualidade

O Índice de Qualidade é muitas vezes visto com um misto de desconfiança e indiferença por parte dos anunciantes. Contudo, esta é uma métrica muito importante e um excelente preditor do sucesso global da conta de Adwords, uma vez que influencia directamente o posicionamento do seu anúncio e o Custo-Por-Clique (CPC). Assim, ao optimizar o Índice de Qualidade dos seus anuncios está também a optimizar os seus custos.

Solução? Para que o seu anúncio tenha um bom Índice de Qualidade é importante que haja um alinhamento claro entre as palavras-chave, os anúncios e as páginas de destino (landing pages). As palavras-chave que foram seleccionadas para activar o anúncio devem estar presentes no copy do anúncio e na landing page do anúncio, e a informação transmitida pelo copy do anúncio deve ser consistente com a da landing page.

 

Erro #3: Ignorar o tráfego via dispositivos móveis

Existem muitos anunciantes que continuam a ignorar o tráfego proveniente de dispositivos móveis por acreditarem que este é menos valioso do que o tráfego proveniente de computador. Contudo, quando os utilizadores procuram algo via mobile muitas vezes querem-no nesse momento, o que faz com que sejam mais rápidos a converter.

Solução? Não assuma que as audiências mobile não são indicadas para o seu negócio. Teste-as e compare o Cost-per-click (CPC), Click-through rate (CTR) e Taxa de Conversão. Não se esqueça que é necessário ajustar a mensagem dos anúncios para dispositivos móveis  (copy, call-to-action, extensões de anuncios, etc) de modo a assegurar a conversão.

 

Erro #4: Má segmentação das Palavras-Chave

Eis os erros mais comuns e algumas sugestões de correcção:

> Selecção de palavras-chave demasiado genéricas: Opte por palavras-chave mais especificas (por exemplo, ténis de corrida homem em vez de sapatos), já que tem uma melhor relação custo-eficácia, particularmente em nichos competitivos.

> Selecção de tipos de correspondência demasiado amplos: Este tipo de correspondência é óptima para o Google, uma vez que maximiza o número de cliques e, consequentemente, os seus proveitos. Contudo, não é vantajoso para si, já que parte dos cliques que está a pagar não são relevantes para o que está a oferecer.

> Poucas palavras-chave negativas: As palavras-chave negativas ajudam a filtrar cliques indesejados e irrelevantes. Por exemplo, se o seu anúncio é apresentado quando alguém procura por “curso de excel grátis” e o seu curso não é grátis, deverá adicionar “grátis” ou “curso de excel grátis” à lista de palavras-chave negativas. Adicionar regularmente palavras-chave negativas é importante como medida de contenção de gastos desnecessários.

 

Erro #5: Ignorar a experiência na Landing Page

A página para onde o utilizador é direccionado quando clica no anúncio deve ser seleccionada cuidadosamente. Um erro comum é enviar todo o tráfego das campanhas para a homepage do website. Isto permite gerar tráfego para o website, mas dificilmente gerará novas leads para o seu negócio.

Solução? É necessário criar uma landing page específica e segmentada que sirva um único propósito: conseguir que o utilizador complete determinada acção desejada (por exemplo, fornecer dados de contacto para receber mais informações sobre determinado serviço). É importante que a acção esteja directamente relacionada com as palavras-chave e anúncio que levaram os utilizadores a clicar.

 

Imagem via Ballantyne Taylor

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s