Aplicações Móveis: Crescimento sem sinais de abrandamento (Parte 1/3)

Consegue imaginar o seu dia a dia sem usar nenhuma aplicação no seu smartphone, tablet ou outro dispositivo móvel? O mais provável é que a resposta seja não. Mas não se preocupe, não é certamente o único e tudo indica que nossa dependência será ainda maior durante os próximos anos.

Apps via Smoking Designers

Este é o primeiro post de uma série dedicada a dispositivos e aplicações móveis, e às principais tendências e oportunidades profissionais registadas nesta área emergente.

Nos últimos anos tem-se registado um aumento exponencial na procura de dispositivos móveis e prevê-se que essa tendência se mantenha durante os próximos anos. Segundo dados da International Data Corporation (IDC) estima-se que, durante 2014, sejam vendidos quase 2,5 mil milhões de smartphones em Portugal, um aumento de 12% face a 2013. À semelhança dos smartphones, espera-se um crescimento de 17% no volume de vendas de tablets durante 2014. Segundo a mesma fonte, 2013 foi o ano de viragem para os tablets, tendo superado o volume de vendas dos PC (637 mil contra 627 mil, respectivamente); e prevê-se que, em 2017, sejam vendidos o dobro dos tablets em comparação com os PC.

A par do crescimento do mercado destes dispositivos, registou-se um aumento no volume e diversidade da oferta de aplicações móveis. Segundo dados divulgados pela Nielson, os utilizadores passam, em média, cerca de 30 horas por mês a navegar nas aplicações, com as redes sociais e os jogos a liderarem as preferências. Actualmente, existe mais de 1 milhão de aplicações móveis no Google Play e iTunes Store e o crescimento do mercado de aplicativos não mostra sinais de abrandamento.

Com base nos dados atuais e em todas as previsões de crescimento, o desenvolvimento de aplicações móveis é, sem dúvida, uma aposta de futuro. Por ser uma área relativamente recente, ainda há uma elevada procura no mercado de profissionais qualificados. Dados de um estudo elaborado pela UE prevêem que graças ao mercado das aplicações para dispositivos móveis, serão criados até 2018 quase 5 milhões de postos de trabalho, podendo ser atingido um volume de negócios de 63 mil milhões de euros.

Brevemente, falaremos sobre o sistema operativo líder de mercado para smartphones a nível mundial – a plataforma Android –, bem como as melhores ofertas formativas e as principais saídas profissionais associadas às aplicações Android.

 

Imagem via Smoking Designers

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Android, Estudos, iOS, Mobile. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s